terça-feira, 23 de julho de 2013

AL BERTO

 
 
 
O que é um romance?

- É aquilo que um autor quiser que seja. O Herberto Hélder [sic] tem razão quando diz que está tudo misturado: não se sabe quando é que a poesia não dá origem a um romance, quando é que um ensaio não é um romance, quando é que no interior de um ensaio não aparece um poema... Não vejo por que é que essas coisas hão de ser catalogadas. Há páginas de grandes romances que são grandes páginas de poesia. Bom, mas isso é mais um pressentimento que uma certeza, que o início de uma teoria... É uma interrogação. O meu problema é que sempre li mais prosa que poesia. Na verdade, a poesia aborrece-me mais. Não é bem isso... é no sentido de que ocupa um espaço muito menor nas minhas leituras. A poesia é assim: abro um livro, leio este poema, leio aquele, depois arrumo, um dia volto...
 
 
Al Berto
in revista Ler, nº5 (Inverno), 1989.

Sem comentários:

Enviar um comentário