segunda-feira, 24 de junho de 2013

Despertar


A tua cabeça, tão doente, encosta-se à minha,
Tão cordata. Não consegues lembrar-te
Por que estás aqui, nem reconheces
Estas mãos auxiliadoras.
Meu amor,
O mundo cerca-nos. Vamos perdendo terreno.


Ian Hamilton

in Cinquenta Poemas (Nuno Vidal, trad.), Cotovia.

Sem comentários:

Enviar um comentário